RH 4.0: como unir tecnologia e pessoas para ter uma gestão de sucesso?

A Quarta Revolução Industrial, criada sobre a infraestrutura da revolução digital, utiliza diversas ferramentas tecnológicas que desempenham um papel central nas mudanças econômicas e sociais. Diante dessa realidade, o setor de RH não ficou de fora, dando origem ao chamado RH 4.0.

Isso significa que o setor está incorporando as ferramentas que surgem na área. A Inteligência Artificial (IA) e o People Analytics vieram para ficar, e até mesmo os processos estratégicos vêm sendo impactados pela entrada da tecnologia. Esses fatores permitem que ele se torne cada vez mais importante, adquirindo um novo foco no desenvolvimento de pessoas.

Neste artigo vamos responder às principais dúvidas sobre a interligação da tecnologia com as pessoas objetivando uma gestão de sucesso. Continue a leitura para conhecer as características, benefícios e tendências do RH 4.0!

Qual é a diferença entre o RH tradicional e o RH 4.0?

O RH já foi um setor focado na admissão e demissão de funcionários, a partir de tarefas operacionais como a folha de pagamentos e registros de horas trabalhadas. Com o passar do tempo, a área começou a ganhar novas funções, como a avaliação de desempenho, produtividade dos colaboradores e melhoria do clima organizacional.

Uma série de atividades sobrecarregava o time de RH, que começava a ter de lidar com diversas funções operacionais no dia a dia da empresa. Tudo isso retrata o setor de RH tradicional, ainda presente em muitas empresas do Brasil e do mundo. No entanto, isso está mudando a cada dia.

Inovações tecnológicas no setor RH

Com a chegada de inovações tecnológicas, o setor de RH tornou-se capaz de automatizar várias atividades, a fim de analisar dados com mais precisão e obter algoritmos para apoiar a tomada de decisões da área. Dessa forma, o setor vem ganhando cada vez mais um papel estratégico dentro das organizações.

Essa evolução é o que caracteriza o RH 4.0. Nesse contexto até os processos de recrutamento e seleção ganham com a automatização das atividades, pois os softwares voltados para essas funções utilizam algoritmos avançados para cruzar dados sobre o perfil dos candidatos com as necessidades da empresa. Assim, a escolha dos melhores candidatos torna-se cada vez mais rápida, prática e precisa.

Quais são as ferramentas utilizadas no RH 4.0?

As principais ferramentas utilizadas no RH 4.0 são a Inteligência Artificial, o People Analytics, a computação em nuvem e a conectividade, bem como a gestão comportamental. Veja, a seguir, como elas funcionam e contribuem para a eficiência do setor.

Inteligência Artificial

A inteligência artificial vem sendo aplicada na automação relacionada às interações, que podem ter início no processo seletivo a partir de uma entrevista feita por robô. Além disso, outros canais internos de comunicação podem ser automatizados visando mais agilidade na busca por informações e menos esforços em tarefas operacionais.

People Analytics

O People Analytics é um recurso que visa transformar as informações qualitativas dos colaboradores em dados quantitativos para os seus gestores. É um dos avanços mais esperados e importantes para o RH, já que possibilita a comprovação de aspectos que antes eram probabilidades e pouco valorizados.

Nesse sentido, em vez de supor que um candidato possa ser o melhor, o People Analytics permite confirmar por meio de porcentagem, o alinhamento do candidato com a vaga. Além disso, as análises ajudam a acompanhar o desempenho dos colaboradores e identificar eventuais pontos que necessitam de melhorias e demandam intervenção na equipe de treinamento.

Computação em nuvem e conectividade

A tecnologia é a mais importante ferramenta para caracterizar a revolução 4.0, pois ela pode ser aplicada em vertentes que antes pareciam impossíveis, como na automação dos processos, análise de perfis comportamentais, bem como no recrutamento e seleção.

Os recursos tecnológicos, como a computação em nuvem e a conectividade, possibilitam que a gestão de recursos humanos seja realizada de maneira otimizada. Dessa forma, os profissionais podem trabalhar de maneira remota sem sofrerem alterações em seus desempenhos, assim como possibilita aos gestores se reunirem por meio de videoconferências.

Isso proporciona uma flexibilidade nas relações entre os colaboradores e a empresa, gerando mais satisfação para ambos, já que as pessoas se sentem mais felizes, refletindo na produtividade. Com isso a empresa tende a evoluir de maneira mais rápida e eficiente.

Gestão comportamental

Por fim, a gestão comportamental é o elemento que une tecnologia e estratégia para resultados verdadeiramente eficazes. A análise de perfil comportamental é muito mais que recurso da psicologia aplicada ao RH. Ela possibilita entender melhor as características mais fortes de cada profissional e a utilizá-las de forma mais efetiva.

Para tanto, a tecnologia provê a coleta e modelagem dos dados, a estratégia estabelece a direção que a organização pretende seguir e a gestão do comportamento relaciona esses dois aspectos para montar equipes mais adequadas e eficientes. O alinhamento desses três pontos é a chave para o sucesso do negócio.

Quais são as tendências do RH 4.0?

O RH 4.0 traz várias novidades relacionadas a conceitos que estão em constante evolução para facilitar a resolução de problemas típicos do setor e melhorar a sua atuação nas empresas. Veja, a seguir, as principais tendências para o departamento.

Automação de processos

Preencher folhas de pagamento, cadastrar novos colaboradores, acompanhar o registro de horas trabalhadas e banco de horas — tudo isso pode ser automatizado com as novas ferramentas do RH 4.0. Existem softwares completos para o setor, capazes de oferecer funcionalidades integradas com outros departamentos da empresa.

Dessa forma, a equipe não precisa mais dedicar tanto tempo para tarefas operacionais, conseguindo concentrar esforços em ações estratégicas dentro da empresa, como a seleção de talentos alinhados aos objetivos da organização.

Análise de dados para tomar decisões

O perfil dos colaboradores está em constante mudança. Hoje, a estabilidade não é mais a prioridade entre os jovens, os quais preferem benefícios ligados ao bem-estar e atividades conectadas aos seus propósitos pessoais e profissionais. É aí que entra a análise de dados como uma grande tendência do RH 4.0.

É possível coletar informações sobre as preferências dos profissionais que fazem parte da empresa, insatisfações, objetivos de carreira, entre outras. Unir ferramentas como Big Data e People Analytics a essa coleta de dados pode trazer novas estratégias para motivar, engajar e desenvolver colaboradores dentro da organização.

Gamificação

Tornar o trabalho mais leve e divertido, sem perder o profissionalismo, é o objetivo de muitos colaboradores — o RH 4.0 caminha nessa direção, a partir de conceitos como a gamificação. Para as empresas, significa a aplicação de dinâmicas de jogos com o objetivo de aumentar o engajamento das pessoas e melhorar o clima organizacional.

Trata-se de um sistema composto por etapas claras que proporciona recompensas, podendo ser aplicado em processos seletivos, avaliação de desempenho, capacitação de colaboradores, entre outros procedimentos que visem um melhor relacionamento interpessoal entre as equipes.

Recrutamento e seleção digital

Esse é outro processo que se beneficia com os efeitos do RH 4.0. Hoje, existem softwares que permitem encontrar um perfil alinhado com objetivos da empresa, de maneira totalmente digital. É possível filtrar currículos, realizar testes, propor desafios e entrevistar candidatos utilizando esse tipo de ferramenta. Com isso, a organização abre um leque de oportunidades para encontrar o profissional ideal.

Quais são os benefícios da implementação do RH 4.0?

O RH 4.0 oferece uma série de vantagens para as organizações que decidem se atualizar com inovações tecnológicas para o seu setor. A seguir, resumimos os principais benefícios obtidos com a sua implementação.

Aumenta a produtividade do time

A inserção de novas tecnologias nas atividades do RH potencializa a gestão de pessoas dentro da empresa. As tendências do RH 4.0 ajudam a desenvolver colaboradores muito mais motivados e engajados com suas funções, o que melhora a produtividade dos departamentos e os resultados do negócio.

Mostra a inovação da empresa e reforça a imagem da marca

A inovação é uma necessidade para um mercado em constante mudança, sendo um fator fundamental para que a empresa se mantenha competitiva e atraia os melhores talentos. Nesse sentido, adotar o RH 4.0 é estar por dentro do que há de mais novo no setor. Além dos bons resultados do negócio, essa estratégia melhora a imagem da marca perante o mercado.

Reduz custos

O RH 4.0 permite que a empresa reduza os custos operacionais do setor. Afinal, ao automatizar as atividades, há uma menor necessidade de contratações para funções mais operacionais, tornando o time de RH mais enxuto. Além disso, os erros operacionais são minimizados e o tempo de trabalho é otimizado, reduzindo gastos desnecessários.

Melhora a comunicação interna

Um RH tecnológico consegue integrar melhor as equipes e o fluxo interno de informações. Nesse sentido, muitas empresas já utilizam alguns softwares como o Slack ou o Trello, com os quais é possível gerenciar projetos e equipes. Há também as que utilizam apenas ferramentas mais antigas de comunicação, como o Skype, que proporciona bons resultados.

O fator mais importante desse aspecto é que a tecnologia proporciona acesso direto às pessoas. Dessa forma, a hierarquização nas relações de trabalho se desconfigura, permitindo que os assuntos mais importantes sejam discutidos de maneira mais eficiente e sem desvios, como ocorre na gestão horizontal, evitando intervenções que podem gerar ruídos na comunicação.

Proporciona um posicionamento estratégico para o RH

A tecnologia confere mais força ao RH, permitindo que o setor prove seus argumentos por meio de números e dados estatísticos em relação a diferentes aspectos de desempenho dos colaboradores. Com isso, o departamento consegue “falar” a mesma língua da alta direção da empresa.

Esse nivelamento ajuda a mostrar a importância de investir em estratégia na gestão de pessoas e os benefícios que podem ser obtidos para os resultados do negócio. Com isso, o RH passa a ser considerado um dos mais importantes setores da empresa, com voz ativa nas decisões mais difíceis da organização.

Como vimos, estar alinhado com o que há de mais novo para o setor de RH é uma atitude importante para o sucesso de uma empresa e a manutenção da sua competitividade. Essa é exatamente a proposta do RH 4.0, uma tendência que já é realidade em muitas organizações, com cada vez mais espaço e novos desafios.

Quer acompanhar as nossas novidades? Siga a Connekt Recrutamento Digital nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Previous Post
Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *