O RH é considerado um setor estratégico das empresas — afinal, os colaboradores representam o capital humano dos negócios! Devido à sua importância, as organizações estão inovando com o recrutamento online para atrair pessoas mais qualificadas de forma rápida e eficiente.

Nesse sentido, o uso de um software que auxilie nos processos de seleção pode fazer muita diferença. Basicamente, ele deve garantir mais agilidade e reduzir os custos das atividades envolvidas, entre outras vantagens.

Neste artigo, vamos explicar como funciona o recrutamento digital, as principais vantagens que esse sistema apresenta e alguns cuidados que devem ser observados para a sua utilização. Continue a leitura para saber mais!

Como funciona o recrutamento online?

Esse sistema é a parte inicial de um processo seletivo realizado de forma digital. Para tanto, as empresas anunciam as suas vagas em sítios especializados e as oportunidades de emprego podem ser cadastradas tanto em sites que necessitam de assinatura, como em páginas gratuitas de redes sociais, como Facebook, LinkedIn e WhatsApp.

Diferentemente dos recrutamentos tradicionais, os procedimentos podem ser feitos totalmente pela internet. Nesse caso, a empresa contrata o serviço de uma plataforma que realiza análise de perfis de candidatos por meio dos currículos cadastrados e faz as entrevistas por videoconferência.

Entretanto, há algumas empresas que mesclam os procedimentos tradicionais com o online. Esse tipo de procedimento é chamado de “recrutamento misto”.

Quais as vantagens que esse sistema apresenta?

O recrutamento online apresenta várias vantagens em relação ao sistema tradicional. A ideia central desse novo modelo é assegurar um processo que proporcione a contratação do candidato ideal para a vaga adequada, de forma a alinhar essa etapa com os objetivos da organização.

Tudo isso é realizado com base em um custo-benefício muito interessante, como podemos verificar a seguir.

Melhor gerenciamento

O sistema online permite um melhor gerenciamento das vagas, pois elas se encontram em um ambiente virtual, no qual podem ser modificadas, excluídas ou renovadas. Com apenas alguns cliques, todas as ações necessárias são realizadas.

tecnologia também permite que o gestor obtenha uma visão sistêmica das etapas em andamento e sobre os diversos indicadores de desempenho relacionados à contratação.

Alto poder de alcance

O recrutamento online promove um alcance geográfico e quantitativo muito maior, já que as vagas podem ser visualizadas em diversas regiões, facilitando a identificação e a localização do perfil ideal. O mesmo acontece na etapa de seleção, em que as entrevistas e os testes podem ser realizados a distância.

Tomada de decisão

O RH precisa tomar decisões importantes sobre o processo de recrutamento e seleção. Isso envolve a forma de efetuar essa etapa, a definição do perfil para a vaga, os talentos que devem permanecer no banco de dados, entre outros assuntos.

Para obter êxito nessas escolhas, o departamento precisa de informações reais e bem estruturadas — aspectos cada vez mais comuns no ambiente digital. Além disso, o sistema online possibilita o cruzamento de dados, o que permite gerar informações estratégicas.

Esse processo é conhecido como “People Analytics”, com o qual os dados podem ser extraídos do sistema gerencial, do software de RH ou até mesmo da internet. Ao relacioná-los, é possível obter informações sistêmicas para subsidiar decisões estratégicas.

Filtro de candidatos

A centralização de currículos recebidos em um único ambiente virtual permite que o recrutamento seja feito de maneira inteligente, explorando as alternativas de diferentes filtros. Isso significa que, em poucos cliques, é possível selecionar candidatos por áreas de atuação, regiões, pretensão salarial ou qualquer outra característica.

A filtragem das informações e a inteligência artificial possibilitam à empresa chegar apenas aos candidatos que têm o perfil mais próximo da vaga oferecida, evitando erros na contratação.

Baixo custo

Tanto o profissional quanto a empresa ganham com o recrutamento online — o candidato não precisa se deslocar para se apresentar, nem gastar papel para enviar currículo. Já para as empresas, há uma grande redução nos custos, além de obter um alcance maior e mais direcionado. Há também uma economia de tempo, antes gasto com as diversas etapas do processo.

Flexibilidade e rapidez

O recrutamento digital também impacta a produtividade do RH. A maior parte das atividades pode ser feita com mais flexibilidade, e os resultados, analisados de maneira mais rápida para subsidiar decisões estratégicas.

Exemplo disso é a possibilidade de aplicar testes de perfil comportamental, que antes demoravam horas para ser analisados. Atualmente, os sistemas digitais geram as respostas em apenas poucos segundos.

Inovação

No modelo tradicional, o setor de Recursos Humanos — hoje considerado como RH 1.0 — cuidava das rotinas de departamento de pessoal. Ao acompanhar a competitividade das empresas, passou a cuidar das questões pertinentes de maneira estratégica — e foi classificado como RH 2.0.

Hoje, cerca de 56% das organizações estão inovando em suas atividades de RH, o que inclui a adoção de inteligência artificial e automação dos processos. Nesse sentido, a nova versão do RH já é chamada de 3.0 — e essencial à eficiência da empresa.

Quais os cuidados a serem observados?

Recrutar a distância é uma excelente estratégia para as organizações. Entretanto, é importante observar alguns cuidados nas atividades. Veja, a seguir, os principais pontos a serem considerados:

  • valorização de etapas presenciais — a internet possibilita a ocultação de dados relevantes e, dessa forma, é interessante incluir fases presenciais no processo de recrutamento;
  • treinamento da equipe do RH — para saber utilizar as ferramentas digitais e cruzar informações de forma estratégica;
  • aplicação de teste de integridade — para apurar o grau de resiliência ética do candidato, por meio de questionário que envolve apropriação indevida, corrupção, demonstrações fraudulentas, assédio moral e sexual.

Como otimizar o processo de recrutamento online?

Recrutar os candidatos ideais é um grande desafio e a tecnologia está pronta para contribuir com as empresas. Mesmo assim, é possível otimizar ainda mais esse processo e garantir os benefícios listados ao longo deste material. Confira algumas dicas.

Planeje corretamente as etapas

Um processo digital precisa ser bem planejado. Até porque, para ser considerado um recrutamento online, de fato, é necessário que todas as etapas aconteçam de forma virtual — ao mesmo tempo em que não se pode esquecer de um encontro presencial, como mencionamos.

O fato é que as etapas precisam ser planejadas corretamente. Por exemplo, a etapa de atração deve contemplar a escolha dos canais utilizados para captar os candidatos. Aqui, vale um estudo do perfil dos profissionais atuais para descobrir em quais plataformas digitais eles estão.

Crie um banco de talentos

Já que todo o processo é feito de maneira digital, por que não aproveitar a integração entre sistemas e desenvolver um banco de talentos exclusivo para a sua empresa? Uma das vantagens do recrutamento online é que não há a necessidade de arquivar currículos impressos, fazendo com que o recrutador ganhe tempo na avaliação.

Como esses documentos são armazenados digitalmente, a busca por características específicas — como formação e função pretendida — acontece em poucos minutos.

Sendo assim, qualquer processo seletivo pode ser iniciado dentro do próprio banco de talentos da empresa e por meio do sistema já utilizado para o recrutamento online. Isso torna o processo muito mais ágil e seguro, já que não se perde tempo avaliando currículos mais de uma vez ou recebendo novamente documentos de profissionais que você já sabe que não estão alinhados ao fit cultural.

Evite que a comunicação seja impessoal

Quando o processo seletivo estiver bem avançado, a tendência é que o número de participantes tenha diminuído de maneira expressiva. Esse é o momento mais indicado para conhecer melhor os candidatos e trazer mais humanização ao processo, evitando que o formato torne essa modalidade de recrutamento impessoal.

Redigir um e-mail personalizado, parabenizando o profissional por ter chegado até ali, permite que a empresa se aproxime desse indivíduo. O que também se revela uma grande oportunidade para perguntar sobre as experiências vividas por ele.

Aplique testes e faça uma entrevista em vídeo

Softwares modernos permitem a aplicação de testes de perfil comportamental, que mapeiam o perfil dos candidatos e produzem relatórios completos. Assim, informam todas as características que uma empresa precisa saber para fazer uma contratação segura.

A entrevista em vídeo serve como um complemento dessa ação, que contribui para que a decisão seja ainda mais acertada. Além disso, os sistemas de análise comportamental diminuem os custos dos processos de contratação, pois tornam a busca pelo candidato ideal mais rápida e prática.

Conte com a ajuda de sistemas preparados para isso

Não tem jeito: a tecnologia veio para ficar em tudo que está relacionado ao departamento de Recursos Humanos — especialmente o recrutamento e a seleção de colaboradores.

O mercado conta com diversas opções de ferramentas de recrutamento online, que auxiliam o gestor a captar talentos realmente condizentes com as vagas e com o perfil da empresa, além de considerar as qualificações.

Contudo, para fazer a escolha certa, é importante analisar os sistemas disponíveis no mercado. Observe alguns aspectos que podem fazer muita diferença na automação dos processos.

Nesse sentido, procure uma empresa especializada em anúncios de vagas e processo de seleção digital que ofereça um serviço virtual, tanto para as empresas que buscam um profissional qualificado quanto para candidatos que procuram por diferentes oportunidades.

Essas características podem promover o encontro entre a organização e os profissionais mais bem qualificados do mercado. Confira um resumo dos diferenciais que podem ser encontrados no mercado:

  • abertura da vaga em minutos;
  • acesso compartilhado com todo o time;
  • ações segmentadas de marketing;
  • admissão digital de talentos;
  • algoritmo de seleção de candidatos;
  • controle total do processo de recrutamento;
  • customização do processo seletivo;
  • facilidade na admissão de talentos;
  • ferramentas digitais de seleção;
  • gerenciamento de candidatos em uma única plataforma;
  • matching — pontuação de currículo e experiência do candidato;
  • otimização de tempo com o processo de recrutamento;
  • uso de plataforma segura e mundialmente reconhecida.

Como vimos, o recrutamento online é uma realidade que cresce a cada dia como um fator estratégico para as empresas e que proporciona diversas vantagens. Entretanto, é importante ter alguns cuidados na hora de optar por alguma ferramenta, dando preferência aos sistemas que proporcionem agilidade e consistência nos processos.

Gostou do artigo? Então, assine a newsletter para receber os nossos conteúdos sobre recrutamento e seleção digital!

Escreva um comentário