Powered by Rock Convert

Ninguém gosta de ficar desempregado e buscar por recolocação profissional, principalmente quando estamos em uma zona de conforto. Porém, o mais indicado é encarar essa situação com otimismo e traçar estratégias para que um novo trabalho seja logo encontrado.

Existem algumas boas práticas que, quando colocadas em ação, proporcionam uma recolocação profissional mais rápida. Ficou interessado em saber quais são elas? Então siga a leitura e veja como sair logo do desemprego!

1. Reflita sobre os seus objetivos de carreira

Se você foi demitido, por qualquer motivo que seja, é uma boa ideia refletir sobre os objetivos de carreira. Para isso, relembre toda a sua trajetória profissional. Refaça mentalmente todo o caminho que você fez desde os primeiros estágios ou empregos até o atual e avalie a experiência que acumulou por conta disso tudo.

Esse balanço é necessário para que você compreenda o que está de acordo com as suas vontades e o que você gostaria de fazer de agora em diante. Dessa forma, antes de sair distribuindo currículos, trace estratégias mentais sobre os objetivos que quer atingir e busque por vagas que permitam que eles sejam cumpridos.

2. Atualize o seu currículo

Depois de ter refletido sobre a sua trajetória profissional e destacado objetivos, é o momento de atualizar o seu currículo. Coloque nele as suas últimas experiências profissionais e destaque as principais atribuições que você executava.

Também é imprescindível destacar a sua formação acadêmica e cursos relevantes que tenha feito e que possam contribuir para as atividades da vaga a que está se candidatando.

Além do currículo, capriche em suas redes sociais profissionais, como o LinkedIn, e peça que colegas de trabalho e ex-chefes deixem recomendações nesse espaço. Assim, se os recrutadores visualizarem o seu perfil, eles terão uma visão geral sobre o que as outras pessoas pensam de você como profissional.

Profissionais que trabalham com a produção de materiais, como designers, arquitetos, jornalistas e publicitários, também podem desenvolver um portfólio online com os seus melhores trabalhos e disponibilizar o link no currículo.

3. Pratique o networking

Praticar o networking é essencial para que as pessoas lembrem que você está disponível para ser indicado para vagas de trabalho. É por isso que você deve manter boas relações e conversas com ex-colegas de trabalho, ex-professores da faculdade, colegas de profissão, entre outras pessoas que talvez possam direcioná-lo para alguma empresa.

É importante destacar que praticar o networking não é “se fazer de vítima” ou pedir favores para os outros, mas sim ter uma rede de relações sólida, com abertura para conversas em que você possa expor os seus interesses profissionais.

Outro ponto relevante a ser considerado é que o networking não precisa ser apenas presencial. Você também pode fazer parte de grupos em redes sociais, como o Facebook e o WhatsApp, para estar em contato com pessoas da sua área e que podem indicá-lo para possíveis vagas de trabalho.

4. Frequente cursos e palestras

Ainda falando sobre networking, é uma boa prática aproveitar o seu tempo livre e participar de cursos, palestras, congressos e outros eventos da sua área profissional. Nesses locais, você poderá interagir com outras pessoas, que, se souberem de alguma oportunidade, podem lhe indicar.

Geralmente, as entidades de classe, faculdades e outras instituições promovem workshops e encontros gratuitos. Procure por esses eventos para não precisar gastar para fazer cursos.

Além disso, isso demonstra que você não ficou parado esperando por uma nova oportunidade depois de ter perdido o emprego. Logo, quando a participação nesses eventos for citada em entrevistas nos processos seletivos, os recrutadores perceberão que você é uma pessoa interessada e que realmente busca recolocação profissional.

5. Considere os trabalhos temporários

Mesmo que o seu objetivo seja conquistar uma nova vaga efetiva, não desconsidere totalmente a possibilidade de fazer trabalhos temporários, como prestar alguma consultoria para um pequeno empreendedor em sua área de atuação.

Essas atividades garantem que você não fique totalmente parado e também proporcionam uma renda para que as contas não atrasem por causa da falta de um salário mensal.

6. Organize a sua vida financeira

Por mais que você tenha um planejamento de recolocação profissional, não há como precisar o momento em que um novo emprego será conquistado. É por isso que a vida financeira precisa ser corretamente organizada, para que suas contas não atrasem e não bata o desespero de aceitar qualquer proposta, mesmo que desalinhada com os seus objetivos.

Gastos supérfluos, como assinaturas de TV a cabo e as baladas do fim de semana, podem ser cortados. Também é interessante que sejam levantadas todas as dívidas que você tiver e negociar prazos com os credores, se for necessário.

Se você receber indenizações da empresa por conta da demissão e o seguro-desemprego, não desperdice esse dinheiro. O melhor a se fazer é guardá-lo, para que possa ser utilizado até que um novo emprego seja conquistado.

7. Procure por empresas especialistas em recolocação profissional

As chamadas headhunters são organizações especialistas em recolocação profissional que são contratadas pelas empresas para encontrar os melhores colaboradores para cada vaga.

Hoje em dia, existem prestadoras de serviço que conectam profissionais a empresas de forma totalmente digital. Assim, você poderá criar um perfil profissional diretamente pelo seu smartphone e participar de testes seletivos. Até mesmo as entrevistas podem ser feitas a distância, o que facilita muito para que não se tenha a necessidade de ir até a organização para um primeiro contato com os recrutadores.

Uma dessas empresas que pode ajudar no momento da recolocação profissional é a Connekt. Em nosso site, você pode cadastrar o seu currículo em nossa base e pesquisar por uma série de vagas em empresas parceiras. Caso se interesse por alguma delas, basta se candidatar e, caso você tenha o perfil buscado pela organização, logo terá uma entrevista agendada.

Quer saber mais sobre como a Connekt funciona? Então acesse o nosso site e já aproveite para cadastrar o seu currículo em nosso banco de dados. Assim, você já dará mais um passo na busca por um novo emprego!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário