Powered by Rock Convert

Saber sobre quais defeitos falar em uma entrevista é um fator decisivo para garantir uma vaga de emprego. Esse é um dos motivos pelo qual é muito importante se preparar para a entrevista. O principal objetivo das perguntas sobre os pontos fracos do candidato é entender o nível de autoconhecimento do profissional. Nesse sentido, para ter sucesso na avaliação é aconselhável usar a sinceridade com o recrutador.

Ser sincero na entrevista é fundamental, afinal a empresa precisa conhecer o candidato para avaliar se ele é o mais adequado para a vaga. No entanto, é muito comum ficar nervoso e confuso, pelo temor de que as respostas tenham efeitos negativos na avaliação. Mas, é possível ter um bom desempenho quando se sabe a melhor forma de expressar os próprios defeitos.

Pensando nessas dificuldades, elaboramos este artigo para comentar sobre a importância de ficar atento em relação ao que dizer para se sair bem em uma entrevista digital ou presencial, bem como a melhor maneira de falar sobre os seus defeitos. Continue a leitura para saber mais!

Por que é importante saber sobre quais defeitos falar em uma entrevista?

Para obter sucesso no processo seletivo é fundamental se preparar para a entrevista, ficando atento aos defeitos que devem ser comentados. Isso significa, ter consciência de que as próprias falhas serão expostas e que é preciso ter cuidado em como falar sobre si mesmo para não gerar uma interpretação negativa.

Ser sincero nesse momento é fundamental, pois as equipes de recrutamento e seleção investem em treinamentos e têm experiência no contato com candidatos. Dessa forma, quando desconfiam que algo não seja verdadeiro, buscam inconsistências nas respostas, e quando identificam alguma mentira, eliminam o candidato do processo seletivo.

Quais defeitos podem ser comentados sem comprometer a autoimagem?

Falar sobre os próprios defeitos em uma entrevista de emprego pode ser embaraçoso para muitas pessoas. Além disso, identificar e admitir as falhas depende do nível de autoconhecimento que cada indivíduo tem. Mas, é totalmente possível treinar esse aspecto e evitar que isso seja impedimento para conseguir a vaga desejada.

Muitas vezes o candidato consegue identificar os seus pontos negativos, mas não sabe como expressá-los no momento da entrevista, prejudicando a autoimagem com interpretações equivocadas. Nesse sentido, é importante se preparar para o processo seletivo fazendo exercícios de autoanálise para perceber os aspectos que precisam ser melhorados.

Além disso, é fundamental pensar na melhor forma de comentar os defeitos identificados. Embora não haja uma receita pronta para isso, existem bons exemplos que podem ser utilizados, sem prejudicar a autoimagem. O mais importante ao citar um defeito, é comentar sobre uma solução já adotada para deixar clara a superação do problema. Veja, a seguir, os defeitos mais comuns que podem ser comentados e como falar sobre eles.

 “Tenho medo de falar em público”

Você pode falar que tem receio de falar em público e de participar de reuniões, mas que está trabalhando para superar essa questão com cursos de oratória, por exemplo. Assim, mostra que reconhece essa dificuldade, mas que está em busca de uma solução para que isso não o prejudique no trabalho.

“Sou muito tímido”

Não há problema em assumir essa característica da sua personalidade, mesmo que esteja concorrendo a uma vaga em que tenha que atender o público. Nessa hora, vale falar como já melhorou esse aspecto, dizendo que, em seu último emprego, tinha dificuldades no início até para atender o telefone, mas hoje já superou essa dificuldade.

Pode mencionar, ainda, que está em busca de um curso de teatro ou que faz sessões de psicoterapia para aprender a lidar com a timidez. Isso vai demonstrar o seu autoconhecimento e as ações que já está colocando em prática para resolver essa limitação pessoal.

“Sou muito ansioso”

O candidato pode revelar que é muito ansioso, mas é preciso complementar dizendo que tem um bom autocontrole e não deixa essa característica prejudicar o andamento das atividades no ambiente de trabalho. É importante, no entanto, esclarecer que busca meios para relaxar, como yoga ou meditação, e que também aprendeu a gerenciar o tempo no trabalho.

“Busco sempre agradar a equipe”

A necessidade de agradar a todos vai demonstrar que você valoriza demais a equipe e que pode até mesmo deixar de lado suas prioridades para ajudar algum colega em dificuldade. Nessa questão, é importante dizer que você está trabalhando para buscar um equilíbrio a fim de que esse ponto fraco não prejudique seu desempenho.

“Acho complicado delegar tarefas”

Expor que não consegue delegar tarefas vai passar a ideia de que você é muito focado no trabalho, nos prazos e nas metas e que não acredita que outras pessoas conseguirão dar conta do trabalho. Ao tratar desse ponto fraco, vale dizer que está aprendendo a trabalhar em grupo e reconhecendo a importância do talento da equipe para o sucesso de um projeto.

“Necessito de padrões elevados nos resultados”

Para falar que você trabalha com padrões elevados, é preferível inverter o lado do peso da resposta. Diga que é muito exigente e espera muito dos membros das equipes. Também é possível comentar que é muito exigente com você mesmo, por isso, pode gastar mais tempo em algumas tarefas.

“Sou perfeccionista”

Esse é um defeito que deve ser evitado em uma entrevista, pois a perfeição não existe. No entanto, se escolher falar que é perfeccionista, comente que é muito atento aos detalhes e que divide o trabalho em mini tarefas, com um tempo predefinido para cada uma delas, a fim de que o resultado seja o melhor possível.

“Preciso de organização para desenvolver tarefas”

Em geral, a capacidade de organização é considerada uma qualidade. No entanto, quando ela é excessiva, pode ser interpretada como algo que interfere na fluência das atividades diárias. Por isso, é importante ter cuidado para falar sobre esse assunto, deixando claro onde você considera que excede na organização e como lida com isso.

“Tenho dificuldade para desenvolver confiança nos colegas”

É possível mencionar a dificuldade em ter confiança nos outros. Mas, tome cuidado com o jeito de se expressar para não passar a ideia de que é extremamente desconfiado. Diga que está disposto a se abrir mais com os colegas, a desenvolver a empatia e a estar mais próximo da equipe para não deixar essa característica atrapalhar seu desempenho e o clima organizacional. Assim, demonstrará ter consciência da dificuldade e o quanto deseja melhorar.

Como vimos, saber sobre quais defeitos falar em uma entrevista é um fator decisivo para garantir uma vaga de emprego. Portanto, é importante se preparar para a entrevista de emprego observando como se expressar sobre determinados defeitos, demonstrando ter consciência sobre esses aspectos negativos e a capacidade para superá-los.

Gostou deste artigo? Para encontrar vagas de acordo com o seu perfil e participar de processos seletivos digitais, entre no nosso site agora mesmo!

Temos certeza que existe uma vaga perfeita para você!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário