Ações bem sucedidas na área de Recursos Humanos transformam a dinâmica de uma equipe e aumentam a produtividade da empresa. Saber como montar um planejamento de RH é uma das etapas essenciais nessa trajetória.

Uma boa planificação é eficaz para definir as reais necessidades da equipe de trabalho e alinhar as ações de RH aos objetivos da empresa.

Para ajudar na montagem de um planejamento eficiente para o RH, elaboramos este artigo com dicas sobre o que deve ser colocado em prática. Continue a leitura!

Conheça todos os processos e diretrizes da empresa

Os colaboradores devem ser entendidos como o capital humano de um empreendimento. Nesse sentido, para que um planejamento de RH seja eficaz, ele deve conciliar os anseios profissionais dos funcionários, os objetivos financeiros e metas de expansão da empresa. Essa conciliação de interesses é essencial para que as partes envolvidas trabalhem alinhadas, visando à construção de grandes resultados.

Por esse motivo, os processos de recrutamento, contratação, treinamento e retenção de profissionais devem ser feitos com o objetivo de levar a empresa a conquistar resultados e competitividade por meio de funcionários capacitados, engajados e produtivos.

Assim, a primeira atitude que deve ser tomada para a elaboração de um planejamento é buscar compreender as diretrizes da empresa: seus processos internos, o que ela espera de cada setor e aonde deseja chegar.

Promova reuniões para coletar informações e feedbacks

A construção de um bom planejamento depende essencialmente da coleta de informações sobre o plano estratégico da empresa. Nesse sentido, os profissionais de RH devem trabalhar juntos aos líderes da organização. Dessa forma, é possível conhecer as demandas, identificar as necessidades e anseios das pessoas e pedir feedbacks sobre a dinâmica interna da empresa.

Além de conversar com os gestores, é importante coletar informações junto aos demais colaboradores. São essas as pessoas que mantêm contato direto com os processos e que oferecem feedbacks interessantes, pois elas sabem apontar em detalhes o que precisa ser aperfeiçoado.

É importante promover reuniões! Reunir toda a equipe é uma excelente oportunidade de alinhar os objetivos e definir, por exemplo, práticas que não contribuem para a produtividade do grupo e para o crescimento da empresa.

Analise o clima organizacional e o desempenho dos colaboradores

Para obter informações fidedignas com os colaboradores, é importante utilizar algumas ferramentas de avaliação. Por exemplo, a análise de desempenho e pesquisas de satisfação interna e de clima organizacional, além do recebimento de feedbacks.

Essas são formas eficazes de conhecer as sugestões dos funcionários e identificar os pontos que a empresa precisa melhorar quanto à gestão de pessoas.

O clima organizacional é uma das variáveis psicológicas mais investigadas nas empresas, por ser um aspecto diretamente relacionado ao estudo das percepções que os trabalhadores constroem sobre o seu trabalho.

Por esse motivo, ele é um importante meio de avaliar características complexas, como relacionamentos interpessoais, reconhecimento, liderança, recompensa, com base nas percepções dos colaboradores.

As demais ferramentas também são importantes para saber como os funcionários se relacionam com a empresa. As informações colhidas possibilitam a elaboração de um planejamento condizente com a realidade do negócio.

Avalie os dados coletados e monte o planejamento

Após a coleta das informações com os gestores e colaboradores, é necessário dar início à avaliação dos dados levantados em reuniões, pesquisas de desempenho e análise do clima organizacional.

Nessa etapa, já é possível identificar as principais necessidades do setor de RH e começar o planejamento. Entretanto, é importante estabelecer prioridades e prazos para que as ações sejam colocadas em prática.

Para facilitar essa tarefa, pode ser criada uma planilha para o controle de calendários de atividades, abertura de vagas, tabelas salariais, planos de carreira, entre outras ações.

Coloque o planejamento de RH em prática

Depois de elaborar o planejamento de RH, é hora de colocá-lo em prática! Para que tudo funcione da maneira certa, não se esqueça de criar um checklist, considerando alguns pontos fundamentais:

  • calendário — com datas e prazos para cada ação;
  • recursos humanos — pessoas para formar a equipe e colocar o plano em prática;
  • treinamentos — para garantir a padronização das ações e que todos os envolvidos trabalhem direcionados a um objetivo comum;
  • estruturação — registro da função de cada indivíduo no processo e lista das tarefas essenciais;
  • recursos financeiros — verbas para eventuais necessidades de consultorias e outros gastos;
  • endomarketing — ações para divulgação das ideias e acompanhamento das melhorias junto aos gestores e colaboradores.

Além disso, é fundamental contar com um calendário para definir quando cada etapa do plano será colocada em prática. Também é interessante utilizar uma planilha para acompanhar o andamento, como já foi citado.

Esse método torna a implantação de melhorias nas ações ligadas ao RH mais clara e objetiva, deixando as tarefas alinhadas aos objetivos da empresa.

Aplique o PDCA para o controle das melhorias

Mas não adianta fazer um planejamento se não houver uma verificação contínua das estratégias para a melhoria dos processos. Para tanto, é essencial analisar periodicamente quais ações estão funcionando adequadamente e quais precisam ser repensadas.

Para ajudar nesse sentido, pode ser utilizada a metodologia PDCA (Plan, Do, Check e Action) — sigla que se refere ao controle de qualidade e envolve “planejamento, execução, checagem e ação”. Essa é uma forma eficaz para a avaliação e o acompanhamento da melhoria contínua dos processos, devendo ser realizada em ciclos.

Isso significa que, após o planejamento e a execução das ações, é necessário fazer uma checagem periódica para avaliar as implantações das melhorias e identificar eventuais necessidades de acertos. Caso seja detectado algum ponto que necessita de revisão, reinicia-se todo o processo.

Conforme vimos, para montar um planejamento de RH, é necessário coletar informações junto aos gestores e colaboradores, a fim de detectar pontos que necessitam de melhorias. Para garantir o alinhamento das ações do departamento com os objetivos da empresa, é fundamental que esse processo seja feito de forma cíclica.

Gostou de saber como montar um planejamento de RH? Então, continue a visita ao nosso blog, agora para entender o que é RH estratégico e os seus benefícios para a empresa.

Escreva um comentário