Powered by Rock Convert

Um currículo impecável e boas experiências profissionais: ninguém discute que esses são requisitos essenciais para quem busca uma boa oportunidade de emprego. As habilidades técnicas e científicas do candidato — chamadas de hard skills — são importantes para executar um trabalho diferenciado e que agregue valor à empresa, mas só isso não basta.

É necessário desenvolver as soft skills, competências relacionadas ao comportamento e à postura, pois, desse modo, você terá um profissional completo, que tem equilíbrio emocional, cultiva um bom relacionamento interpessoal e está aberto aos desafios e disposto a inovar.

Quer conhecer as soft skills mais valorizadas no mercado? Confira nosso post e entenda sua importância no ambiente organizacional!

Boa comunicação

De nada adianta você ter se formado na melhor universidade, ter feito uma pós-graduação de referência e dominar bem um idioma se não souber como se comunicar da maneira adequada.

É necessário saber como transmitir uma mensagem e expor seu ponto de vista com clareza, mas não estamos falando apenas de uma simples conversa, e sim em ter segurança para fazer uma apresentação em uma reunião, realizar o atendimento por telefone, se sair bem na entrevista de emprego ou mesmo organizar as ideias ao escrever um e-mail.

Ter uma boa comunicação implica também em saber interpretar o contexto antes de tirar alguma conclusão precipitada. Outros pontos relacionados a essa competência são: saber como dar e receber feedbacks, aprender a esperar sua vez para falar e conseguir escutar o outro — independentemente de ser um cliente, fornecedor, gestor ou colega da equipe.

Adaptação às mudanças

O mercado de trabalho é dinâmico, e os cenários mudam a todo momento por conta da chegada de um concorrente, das constantes oscilações na economia, das exigências do consumidor e também devido ao surgimento de novas técnicas, softwares ou equipamentos.

Diante disso, entre as soft skills, o profissional deve desenvolver a flexibilidade, que é a capacidade de se adaptar às mudanças. Em outras palavras: ele deve estar disposto a sair de sua zona de conforto e trabalhar em um novo departamento, com pessoas de outras gerações e até mesmo em outra unidade da empresa.

Ser flexível é importante na hora de mudar o direcionamento de um projeto e saber como adotar novas estratégias de forma ágil, a fim de não comprometer os resultados da organização.

Para isso, o recomendado é que o candidato se mantenha sempre atualizado, para que possa se sair bem diante dos desafios. Portanto, aqueles que estão bem informados em relação à sua área, participam de eventos e estão abertos para capacitações profissionais estarão mais preparados para enfrentar as mudanças. Aliás, com essa competência, conseguem até mesmo enxergar novas oportunidades e crescer na carreira.

Resiliência

Uma das soft skills mais importantes é a resiliência. Trata-se da capacidade de enfrentar os momentos de pressão, tão comuns no ambiente organizacional, sem se abater. 

Mas não estamos falando da característica de uma pessoa fria, que não se importa com o trabalho nem com os colegas. Pelo contrário: é alguém comprometido, mas que se conhece bem e sabe como controlar com maestria seu lado emocional.

Sabe aquele momento tenso em que você respira fundo antes de dar uma resposta mais afiada para seu superior? Pois é desse controle que estamos falando.

A pessoa resiliente aprende a entender o outro, antecipar reações e até a lidar bem com as frustrações e feedbacks negativos. Entende que as situações desfavoráveis fazem parte do trabalho e procura ter clareza sobre seus erros, para levá-los como aprendizado para as próximas situações.

Dessa forma, não permite que uma situação mais estressante tenha uma consequência negativa em seu desempenho ou carreira, já que aprendeu a administrar o momento.

É um profissional valorizado, pois mantém um bom relacionamento interpessoal, contribui para a harmonia do ambiente de trabalho e, por seu uma pessoa positiva, contagia a equipe.

Empatia

Para que o relacionamento interpessoal seja saudável dentro de uma empresa ou em qualquer outro lugar, é preciso que as pessoas sejam empáticas. É necessário saber se colocar no lugar do outro, tratá-lo com respeito e estar aberto para entender suas dificuldades antes de fazer qualquer julgamento.

Os profissionais devem entender que vão trabalhar com pessoas das mais variadas personalidades e que, portanto, pensam de forma diferente. Desenvolver essa habilidade vai enriquecer seu trabalho, melhorar a produtividade da equipe e garantir um ambiente organizacional mais saudável.

Trabalho em equipe

É preciso entender que ninguém trabalha sozinho, isolado. A intenção das empresas é unir talentos para inovar e melhorar seu desempenho no mercado. Dessa maneira, uma das soft skills que os profissionais precisam desenvolver é a habilidade de saber como trabalhar em equipe.

Nesse caso, é necessário exercitar outras habilidades que já citamos — como boa comunicação, empatia e resiliência — para fazer um bom trabalho com os outros colegas.

Realizar atividades de forma cooperativa é também uma oportunidade para conhecer melhor as pessoas que trabalham com você, trocar experiências e conhecimentos e também fazer novas amizades.

Criatividade

Por fim, independentemente da área de atuação, as empresas buscam profissionais criativos, já que elas precisam aumentar sua participação no mercado sem que isso acarrete aumento de custos.

Desse modo, valorizam aqueles que sabem inovar, ou seja, que “pensam fora da caixa” e são capazes de propor soluções diferenciadas para o crescimento do negócio.

Para desenvolver o pensamento criativo, a pessoa deve ser uma boa observadora, saber analisar e interpretar o contexto em questão, conseguir se concentrar e ter autoconfiança para propor novas ideias sem medo de ousar.

Como você pôde ver, além das competências técnicas, o mercado de trabalho está mais exigente e valoriza os profissionais que tenham as soft skills. Para desenvolvê-las, o primeiro passo é se autoconhecer, fazendo um exercício sobre seus pontos fortes e fracos, a fim de buscar maneiras de superar suas dificuldades e aprimorar algumas habilidades.

Se você gostou das nossas dicas sobre pontos importantes para o desenvolvimento de carreira, acompanhe outros assuntos como este assinando a nossa newsletter. Enviaremos conteúdos atualizados diretamente para a sua caixa de e-mail!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário