O mundo empresarial está mudando, e cada vez mais é comum vermos atividades que antes eram feitas de forma manual sendo substituídas por soluções tecnológicas, como os softwares de gestão. Essa nova realidade é cenário para uma série de mudanças que vão muito além do que podemos observar em um primeiro momento. Uma delas é o RH estratégico.

As funções e atribuições de um gestor de RH contemporâneo já não são as mesmas que eram desempenhadas até poucos anos atrás. Com a diminuição das atividades burocráticas e recursos que permitem até mesmo a realização de entrevistas de emprego pela internet, as atividades estratégicas ganharam força, pois agora o responsável pela área dispõe de mais tempo para pensar dessa forma.

Nos tópicos subsequentes, vamos explicar o que é o RH estratégico, como ele funciona, quais são as suas diferenças em relação ao RH tradicional, os benefícios que ele traz para as empresas e que medidas podem ser tomadas para desenvolvê-lo. Acompanhe!

O que é o RH estratégico?

Muito embora o RH estratégico esteja se desenvolvendo mais nos últimos anos, ele não é tão recente como parece. As primeiras abordagens do tema na literatura acadêmica ocorrem ainda na década de 1980.

Nessa época, universidades como a Harvard Business School realizaram estudos sobre como as atividades de recursos humanos poderiam ser mais estratégicas e alinhadas com a cultura de cada organização.

Porém, foi a partir do final da segunda metade da década de 1990, com o “boom” da internet, que o RH estratégico passou a ser mais debatido e aplicado em empresas de todo o planeta.

Idalberto Chiavenato, um dos principais pesquisadores e autores de livros na área de recursos humanos, define o RH estratégico como um setor que tem a capacidade de gerar um elo entre funcionários e empresa. A partir disso, ambos trabalharão juntos, de forma estratégica, para avanços em todas as áreas da organização.

Como esse tipo de RH funciona?

De forma mais ampla, podemos dizer que o RH estratégico funciona com embasamento em quatro pilares: a visão estratégica do negócio, a análise de dados, os agentes de transformação e a tecnologia de ponta.

Visão estratégica do negócio

Esse pilar está relacionado com a compreensão do RH sobre a cultura organizacional. Conhecendo de forma aprofundada os valores da empresa, será mais fácil contratar colaboradores que tenham fit cultural com a organização, por exemplo.

Esse tipo de ação faz com que a atividade do RH não seja meramente operacional, como apenas contratar por contratar, mas sim fazer contratações de pessoas que realmente sejam úteis para a empresa.

Análise de dados

Trabalhar com dados faz toda a diferença para o setor de RH, pois dessa forma há uma base real do que se necessita em cada situação. Hoje existem ferramentas de big data que podem ajudar muito nesse sentido.

Existem softwares que comparam e organizam dados dos candidatos a vagas de emprego, por exemplo. Assim, se for necessário fazer uma seleção muito específica, não se perderá muito tempo de trabalho.

Agentes de transformação

Com o setor de endomarketing ou comunicação interna, o RH pode desenvolver atividades para transformar os seus colaboradores.

O trabalho moderno de gestão de pessoas envolve, por exemplo, a promoção de eventos internos que engajem os funcionários, como as palestras motivacionais.

Tecnologia de ponta

A revolução tecnológica também chegou ao setor de RH, e é preciso utilizar softwares e programas para que as atividades sejam melhoradas ou automatizadas.

Processos de recrutamento e seleção de colaboradores, cálculo das folhas de pagamento, controle de entrada e saída de funcionários, entre outras atividades podem ser feitas facilmente com o apoio da tecnologia.

Quais são as diferenças entre o RH estratégico e o RH operacional?

A diferença principal entre o RH estratégico e o RH operacional é que o primeiro envolve mais eficiência do que o segundo. De tal modo, convém que as empresas que ainda resistem em desenvolver o setor de recursos humanos de forma menos funcional modifiquem o seu pensamento.

O RH estratégico está alinhado com os demais setores da empresa e não é individualista. Todas as ações executadas no departamento devem refletir em melhorias para as demais áreas.

Que benefícios o RH estratégico traz para as empresas?

São diversos os benefícios que as empresas têm ao adotarem o RH estratégico. Entre eles, destacamos a seguir os principais!

Desenvolvimento dos colaboradores

Mesmo que cada equipe da empresa tenha um gestor, o supervisor do RH pode assumir questões que qualifiquem e desenvolvam todos. Exemplo disso é a organização de treinamentos na empresa.

Contratação de novos colaboradores

Por meio das ferramentas tecnológicas, é possível contratar com muito mais facilidade e menos burocracia. Além disso, as contratações serão feitas de forma que haja um alinhamento com o objetivo que se deseja atingir com cada cargo criado ou que precise ser ocupado na empresa.

Retenção de funcionários

As contratações feitas pelo RH estratégico não são imediatistas e nem pensam em somente “cobrir buracos”, mas sim no futuro do profissional na empresa. É por isso que, desde o primeiro contato com o novo funcionário, é exposto a ele um plano de carreira, bem como as políticas de prazos e salários.

Esse alinhamento desde o início aumenta a retenção de funcionários da empresa e evita o temido turnover, que pode ser muito prejudicial para a organização em diversos sentidos.

Como transformar o RH em um setor estratégico para a organização?

O primeiro passo para desenvolver um RH estratégico é investir em tecnologia. Apenas com softwares e aplicações modernos é possível desburocratizar o setor e focar em estratégias.

Porém, apenas isso não é suficiente! O gestor de RH estratégico deve conhecer a empresa a fundo, ter um bom relacionamento com a alta cúpula administrativa e com líderes dos demais departamentos. Ter metas e acompanhar indicadores também é essencial.

Para arquitetar um RH estratégico, é preciso, portanto, investir em soluções tecnológicas e na forma como elas são operadas. Essas ferramentas, quando bem aplicadas, podem revolucionar a forma como o setor de pessoas desempenha as suas atividades em uma empresa.

Uma ação que pode ser desenvolvida pelo setor é o marketing de recrutamento. Veja mais informações em nosso artigo “Marketing de recrutamento: por que utilizar essa estratégia?”.

Escreva um comentário