No geral, transições são desafiadoras e geram resistência. Não seria diferente com a mudança de mindset do RH. Transformar as metodologias e funções tradicionais em ações realizadas com o apoio da tecnologia é uma missão e tanto para gestores.

Um departamento de recursos humanos moderno e eficiente requer a adoção de processos inteligentes, que estejam integrados aos objetivos estratégicos do negócio. Continue a leitura, descubra como isso é possível e implemente essas novidades na sua empresa!

O que significa a mudança de mindset do RH?

A palavra “mindset”, de origem inglesa, significa “mentalidade”. Dito isso, podemos sintetizar o significado da mudança de mindset do RH como o processo que busca modificar a forma de executar os principais processos do setor.

Na área de recursos humanos, a grande responsável por essa transformação é, sem sombra de dúvidas, a tecnologia. Os recursos tecnológicos não param de aparecer, e adotá-los é fundamental para garantir a competitividade no mercado.

Os gestores precisam estar preparados para receber esses novos recursos, oferecendo ferramentas para que a mudança de mindset possa realmente ser implementada. Para isso, é fundamental conhecer e entender quais são essas novidades e de que formas elas podem colaborar para uma rotina mais eficiente.

Por que é importante mudar o mindset do RH?

As atividades que fazem parte do dia a dia do RH, quando realizadas de maneira tradicional, acabam tomando bastante tempo da rotina do gestor.

Empresas que já perceberam que a área de recursos humanos pode agregar valor aos resultados quando opera de modo estratégico aboliram esses procedimentos tradicionais há um tempo considerável.

Isso significa que organizações que ainda apresentam resistência em utilizar a tecnologia como uma forma de otimizar as atividades estão perdendo vantagem competitiva. Ou, no bom e velho português, estão ficando para trás.

As principais vantagens em adotar ferramentas inovadoras para deixar os procedimentos do RH cada vez mais inteligentes são:

  • a automatização de tarefas repetitivas;
  • a redução ou extinção do retrabalho;
  • a criação de relatórios mais concisos;
  • as melhorias constantes;
  • a simplicidade da rotina;
  • a redução de custos.

Quais as tecnologias aplicáveis ao RH?

Você já entendeu que o setor de recursos humanos conta com diversas ferramentas tecnológicas para facilitar a rotina. Abaixo, listamos os principais recursos utilizados e as vantagens que cada um gera para o negócio:

  • tecnologia em nuvem: segurança no armazenamento de dados;
  • gamificação: torna os processos mais atrativos;
  • integração de mídias sociais: facilita a comunicação com os colaboradores;
  • automatização da rotina padrão: otimiza as atividades do RH relacionadas às rotinas burocráticas, como a folha de pagamento e o eSocial;
  • People Analytics: permite que a empresa conheça com mais exatidão o perfil dos colaboradores;
  • inteligência artificial: disponibiliza dezenas de recursos personalizáveis, adequando as atividades à realidade da empresa;
  • Big Data: trabalha com um grande volume em dados de forma rápida e precisa.

Quais as principais mudanças?

Até agora, muito foi falado sobre as tecnologias do RH e seus benefícios. Chegou a hora de conhecer essas mudanças mais a fundo. Prepare-se!

Atendimento

Quem ocupa um cargo no departamento de recursos humanos precisa falar a mesma língua que os envolvidos com a empresa, desde as funções na diretoria até com aqueles que têm algum tipo de dificuldade.

O avanço dos meios de comunicação utilizados em nossas vidas pessoais — como o WhatsApp — deve ser aproveitado na rotina do trabalho. Ou seja, se os seus colaboradores estão em peso em redes sociais como o Facebook ou até mesmo no aplicativo de troca de mensagens, crie grupos para postar os avisos mais importantes.

Assim, se, na próxima semana, a empresa vai apresentar um novo benefício, utilize esses canais para enviar o convite da reunião. Com o tempo, você começa a reparar que a comunicação acontece de maneira mais eficiente, porque você está no mesmo lugar que o trabalhador, falando de igual para igual.

Posicionamento estratégico

Compor um RH estratégico significa trabalhar com o apoio de métricas e indicadores que possam revelar as verdadeiras demandas dos colaboradores. Com base em dados sólidos, é possível fazer uma gestão de pessoas mais eficiente, oferecendo às equipes o que realmente pode ser um diferencial.

Recursos como o People Analytics contribuem para a criação de oportunidades perfeitas e para o crescimento da empresa, por meio das melhorias contínuas promovidas pelo capital humano. Acertar na temática dos treinamentos, nos benefícios oferecidos e em outros recursos é fundamental para a promoção do conhecimento, satisfação e bem-estar.

Agilidade

Quando o potencial da tecnologia é aproveitado, e as informações são integradas, diminuem as chances de erros. Os procedimentos deixam de ser manuais, e, com isso, as atividades se tornam mais rápidas e menos complexas.

Ao investir nesse cenário, a empresa para de perder tempo: as informações se integram quase que naturalmente, o retrabalho desaparece, a produtividade aumenta, e questões mais graves, como problemas em relação aos sistemas do governo, praticamente se anulam.

O perfil do profissional também mudou?

No passado, as pessoas buscavam estabilidade em um emprego que trouxesse uma remuneração satisfatória e status social. Hoje, além desses elementos, elas procuram se posicionar em uma organização que garanta liberdade de expressão e flexibilidade.

Empresas que apostam em regras muito rígidas também espantam esses novos talentos. Pode-se dizer que adotar medidas como a carga horária flexível, muitas vezes, pode ser mais atrativo que um benefício financeiro.

O que as novas gerações querem é uma carreira promissora. Já não existe o pensamento utópico de o primeiro emprego pagar bem, mas há a exigência de que a empresa trabalhe, pelo menos, com um plano de cargos e salários. Essas pessoas acreditam e conhecem o valor das suas competências técnicas e habilidades pessoais.

A mudança de mindset do RH não é só um posicionamento relacionado a processos. Também é necessário que os gestores se dediquem a implementar a tecnologia como parte da cultura organizacional do negócio, garantindo os benefícios promovidos por essa mudança do mercado.

Continue aprendendo sobre como promover uma gestão de pessoas eficiente na sua empresa. Descubra quais são as melhores práticas para analisar o fit cultural dos seus candidatos!

Escreva um comentário