Linguagem corporal na entrevista: veja 6 dicas para se dar bem!

Quem busca recolocação profissional e está participando de processos seletivos, precisa ficar atento a diversos fatores. Entre eles, destaca-se a linguagem corporal na entrevista, detalhe que não é deixado de lado nas avaliações de recrutamento e seleção de grandes empresas.

Muitas vezes, os candidatos cometem o erro de focar muito no discurso verbal, com boa articulação e objetividade, mas negligenciar o discurso corporal. Afinal, ao contrário do que muitos pensam, o corpo também “fala”.

Para você usar a linguagem corporal na entrevista de emprego a seu favor, listamos 6 dicas fundamentais logo abaixo. Acompanhe a leitura!

1. Faça movimentos discretos de concordância com a cabeça

Especialistas em comunicação corporal afirmam que é importante que se façam movimentos de concordância com a cabeça enquanto o recrutador fala. Isso demonstra interesse e faz com que o recrutador perceba que você está compreendendo o que ela está explicando. Manter a cabeça baixa, ou ficar imóvel pode representar cansaço, desânimo ou desinteresse. Por isso, evite essas posturas.

2. Gesticule enquanto fala

Deixar as mãos paradas ou permanecer de braços cruzados pode representar indiferença. Por isso, recomenda-se que você gesticule enquanto fala e utilize as mãos para demonstrar exemplos. Porém, é preciso ter cuidado! Gesticular demais também pode fazer com que você pareça muito teatral, pouco verdadeiro. A dica é manter sempre o equilíbrio.

3. Faça uma expressão facial neutra

É preciso que você mantenha o seu rosto neutro durante uma entrevista, evitando caretas ou risadas muito escandalosas durante o procedimento. É claro que também não precisa ter uma expressão rígida! O ideal é combinar uma expressão neutra com a demonstração de sentimentos. Faça o que os jogadores de poker chamam de “poker face”.

4. Mantenha contato visual nas horas apropriadas

Nunca desvie o olhar do interlocutor, pois isso pode dar a entender que você não tem confiança e precisão nas suas respostas. Também não vá abaixando a cabeça conforme fala. Evite ficar “encarando” o entrevistador o tempo todo, pois isso pode deixá-lo desconfortável. O ideal é que o contato “olho no olho” seja mantido durante cerca de 70% do tempo.

5. Deixe a cabeça erguida

Conforme comentamos, a cabeça baixa pode representar desânimo, e isso é tudo que você não pode demonstrar em uma entrevista de emprego. Afinal, você está ali com o objetivo de conquistar a vaga, não é mesmo? Se não deixar a cabeça erguida, o avaliador poderá interpretar que você não tem interesse na vaga, mesmo que isso não seja verdade.

6. Coloque os pés no chão

Os pés também merecem atenção ao trabalharmos a linguagem corporal na entrevista. Eles precisam ficar no chão, paralelos um ao outro. Isso demonstra firmeza e respeito ao local onde se encontra. Evite ficar com as pernas cruzadas, que pode representar desleixo, ou balançá-las, o que pode indicar um nervosismo exagerado.

Gostou de saber mais sobre como trabalhar a linguagem corporal na entrevista? Então, não deixe de colocar todas as dicas em prática e obter mais chances de conquistar um novo trabalho.

Como essas dicas são muito importantes, que tal compartilhá-las nas suas redes sociais? Assim, os seus amigos também terão conhecimento sobre o assunto!

Previous Post
Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *