Você já ouviu falar em fit cultural? Esse é um conceito que define o quão adaptado determinado colaborador — ou candidato em um processo seletivo — é aos valores, às atitudes e aos comportamentos compartilhados e esperados pela sua empresa. Ou seja, identificar o fit cultural de um profissional é entender o quanto ele combina com a sua organização, em termos de atitudes e comportamentos.

O fit cultural é extremamente importante para o processo seletivo de um negócio. Isso, porque, para além das competências técnicas, um bom colaborador é aquele que também compartilha dos valores do negócio como um todo, se adaptando à cultura da organização.

Chegou a hora de você conhecer mais sobre o fit Cultural e como ele pode ajudar a sua empresa a conquistar resultados cada vez melhores!

O que é o fit cultural?

O conceito de fit cultural está começando a se tornar popular; por isso, o seu significado pode causar muitas dúvidas. Em uma tradução do termo, podemos definir:

  • fit: encaixe ou adequação;
  • cultura: missão e valores de uma empresa.

Sendo assim, podemos estabelecer que o fit cultural nada mais é que um alinhamento entre a postura do profissional e a da organização, equalizando missão e valores de ambos.

Uma equipe que não só se identifica, como também se encaixa nessa cultura é imprescindível para o desenvolvimento e a sustentabilidade da companhia. A tendência é que colaboradores que trabalham integrados às políticas de uma corporação sejam mais produtivos e, consequentemente, promovam melhores resultados.

Quais são os benefícios da análise do fit cultural?

A avaliação do fit cultural traz vários benefícios. Para usufruir deles, é preciso que ela se inicie já no processo seletivo. Assim, a empresa identifica logo na seleção quais os candidatos mais alinhados às suas políticas e aumenta a chance de fazer uma contratação eficiente.

Entre os benefícios dessa análise, podemos destacar as melhorias no clima organizacional, diminuição do turnover e, também, a redução da curva de aprendizado. Que tal conhecer um pouco mais a seguir?

Melhoria do clima organizacional

Nós mencionamos que o alinhamento do colaborador ao fit cultural da empresa faz com que ele trabalhe de maneira mais integrada. Isso ocorre porque desperta nele o senso de pertencimento, importante elemento para contribuir com a produtividade.

Esse sentimento também desperta a confiança. Quando o colaborador sente que pode confiar na organização, ocorre uma melhora significativa no clima organizacional.

Diminuição do turnover

Colaboradores que se identificam com a cultura da corporação sentem menos necessidade de procurar por uma nova oportunidade de trabalho. Ou seja, permanecem nela por mais tempo, e isso diminui os índices de turnover.

O convívio harmonioso proporcionado pelo alinhamento entre os valores da organização e dos profissionais, junto a políticas efetivas de retenção de talentos, resulta em uma equipe sólida e engajada.

Redução da curva de aprendizado

Chamamos de curva de aprendizado o tempo que um novo colaborador leva para se adaptar ao trabalho em uma nova companhia. E sabemos que, no mundo corporativo, tempo é dinheiro. Portanto, quanto menor for esse período, mais vantajoso será para o negócio.

Em um processo seletivo que conta com candidatos que se identificam com a proposta da organização desde o princípio, a tendência realizar uma contratação mais eficiente nesse sentido, reduzindo a curva.

Como contratar pessoas engajadas com o fit cultural?

Para desfrutar dos benefícios relacionados acima, a empresa deve conhecer os elementos que compõem o seu fit cultural. Essa é uma questão que deve estar bem definida, pois uma contratação acertada deve ser baseada em dados seguros, e não em suposições.

Para fazer uma avaliação que seja condizente com a realidade, é preciso considerar:

  • os valores da organização;
  • sua postura ética;
  • as metas;
  • as prioridades;
  • como acontece o relacionamento interpessoal.

Agora, vamos relatar uma situação que deixa a questão do fit cultural bem nítida:

Você trabalha em uma firma de porte grande, muito tradicional e gerenciada por uma só família. O seu desafio, comoprofissional do RH, é contratar um novo gerente de produtos.

Após receber uma série de currículos e realizar o processo de recrutamento e seleção, o profissional perfeito se destaca. Habilidades técnicas e experiência parecem se encaixar perfeitamente nas necessidades da diretoria. O problema é que a meta pessoal dele é fazer parte da diretoria.

Sem a avaliação do fit cultural no momento do recrutamento, você e o candidato não têm como saber a forma de condução da empresa. A contratação até pode acontecer, mas é bem provável que a insatisfação sobressaia ao grande currículo desse indivíduo e que apareçam problemas relacionados com a produtividade, engajamento e integração.

Como você pôde perceber, garantir o fit cultural no processo de recrutamento e seleção aumenta as chances de uma contratação acertada, impactando positivamente o clima organizacional, a motivação da equipe e a retenção de talentos. Quer saber como fazer isso? Veja!

Tenha uma cultura bem definida

O primeiro passo para levar o fit cultural para o processo seletivo da sua empresa é entender muito bem qual é a cultura da organização. Existem regras comportamentais e valores compartilhados dentro da sua empresa, mesmo que você ainda não saiba quais são eles.

Portanto, comece estudando bem o negócio. Tente entender quais são os seus principais objetivos em curto, médio e longo prazo. Além disso, descubra também qual é o propósito do negócio, a razão de existência da empresa, assim como os valores que devem orientar o comportamento dos colaboradores e a tomada de decisão do negócio.

A partir dessa pesquisa e definição da cultura organizacional, é preciso utilizar estratégias para difundir esses elementos não apenas para a sua equipe, mas para quem está fora da organização. Isso significa que tanto os colaboradores quanto os clientes e profissionais do mercado devem saber quais são os principais elementos da cultura da sua empresa.

Trace um perfil desejado de fit cultural

Antes mesmo de iniciar o recrutamento de profissionais, é essencial que você tenha em mente qual é o perfil de colaborador que está buscando. Isso deve ser derivado tanto das características do cargo em aberto na empresa quanto dos elementos culturais da organização.

Portanto, trace um perfil de candidato ideal com base na cultura organizacional da sua empresa. Tenha em mente qual é o perfil comportamental que você deseja encontrar no profissional, além de quais competências comportamentais e soft skills são desejáveis. Não se esqueça de listar também os valores pessoais que o candidato ideal precisa compartilhar com o negócio.

Utilize testes comportamentais e de valores

Sabendo qual é a cultura organizacional do seu negócios e o perfil de colaborador que você busca, é hora de entender quais são os valores e as atitudes dos candidatos do seu processo seletivo. Para isso, você pode investir em testes comportamentais e de valores.

Existem instrumentos validados pela psicologia que auxiliam nesse processo. São testes compostos por uma série de perguntas, por meio dss quais você é capaz de identificar os principais padrões de comportamento dos profissionais e os seus principais valores.

Com esses dados em mãos, é importante investir em análises de qualidade para identificar aqueles profissionais que apresentam mais engajamento com o fit cultural da sua empresa.

Fique atento às dinâmicas de grupo

A dinâmica de grupo é uma fase muito importante em um processo seletivo. É nela que você consegue ver os candidatos efetivamente em ação, e a partir disso você é capaz de identificar uma série de competências — tanto técnicas quanto comportamentais.

Portanto, fique atento a essa fase e crie atividades que auxiliem a equipe de avaliadores a identificar o fit cultural de um candidato.

Para isso, você pode utilizar técnicas como a de Role Playing — que consiste em uma atividade na qual você simula uma situação-problema e define papéis para que os candidatos interpretem na hora de solucioná-la. Com isso, é possível identificar uma série de elementos relacionados aos valores e as formas de comportamento dos profissionais, facilitando a identificação daquele candidato com maior fit cultural com a sua empresa.

Converse sobre a história do candidato

Outra forma de acessar elementos comportamentais e valores de candidatos em processos seletivos é por meio de entrevistas com base na história do profissional. Portanto, crie perguntas direcionadas para a identificação do fit cultural nas entrevistas do seu processo seletivo.

Para isso, pergunte sobre como o profissional lidou com situações-problema no passado, quais foram as principais experiências profissionais dele e o que ele aprendeu com cada uma delas, entre outras. Aproveite para ir além da experiência profissional nesse momento e converse com o candidato sobre preferências pessoais, hobbies e atividades de lazer. Tudo isso pode dar dicas sobre o engajamento do profissional com o fit cultural da sua empresa.

Utilize a tecnologia a seu favor

tecnologia pode ser a sua maior aliada na hora de encontrar o melhor candidato para a sua empresa. Existem plataformas e softwares que são capazes de realizar análises estatísticas profundas sobre respostas de candidatos a questionários e currículos. Você pode criar algoritmos que indicam de forma automatizada quais são os candidatos mais adequados para preencher determinada vaga na sua empresa, levando em conta o padrão comportamental do profissional e a cultura da sua empresa.

Aproveite para utilizar a tecnologia a seu favor e invista em ferramentas poderosas para aumentar a qualidade do processo seletivo do seu negócio.

Qual é a importância do fit cultural para a corporação e os candidatos?

A atração e a retenção de talentos estão intimamente relacionadas com a imagem de um lugar perfeito para se trabalhar. E também acaba por contemplar o fit cultural que a empresa tem com o profissional. Afinal, todo gestor de recursos humanos deve ter ciência de que um bom emprego vai além do salário e dos benefícios oferecidos, tendo relação com a harmonia do ambiente de trabalho.

O fit cultural não deve ser uma preocupação apenas das empresas, mas também dos candidatos. Quem está em busca de uma oportunidade de trabalho sólida, em uma organização em que possa se estabelecer profissionalmente, precisa saber se tem o perfil adequado para isso. E isso pode ser feito da seguinte forma:

  • por meio de pesquisas no site do negócio e redes sociais;
  • conhecendo alguém que trabalhe ou já tenha trabalhado ou realizado algum processo seletivo;
  • eventualmente acessando alguns depoimentos em fóruns aleatórios pela internet.

Essa é uma postura que serve de alerta para as organizações. Uma vez que os profissionais descubram a importância de realizar previamente essas pesquisas, cuidar da imagem do negócio — na posição de empregador — é fundamental paraatrair os grandes talentos.

Quando bem preparados e experientes, esses indivíduos não integram o quadro de colaboradores de qualquer empresa. Portanto, se andam falando mal da conduta da sua marca por aí, a imagem ficará manchada, e montar uma equipe de alto desempenho será mais difícil que o habitual. Fique atento para isso!

Em resumo, o bom desempenho de um profissional dentro de um negócio depende de uma gama de fatores que vão muito além das suas capacidades técnicas. Assim, é fundamental que ele tenha valores e crenças semelhantes aos da organização, assim como metas profissionais que possam ser alcançadas dentro da firma.

Por isso, é de responsabilidade tanto do recrutador como do candidato ficar atento às questões relacionadas ao fit cultural. Só assim nenhuma das partes corre o risco de sair frustrada, e as relações se tornam mais harmônicas e duradouras. Quando contratante e contratado estão satisfeitos, os resultados obtidos são satisfatórios, a qualidade de vida aumenta, e a corporação reduz custos relacionados a demissão.

O fit cultural é um elemento central na hora de encontrar um novo colaborador. Para garantir a adequação desse profissional ao negócio, é importante levar em conta elementos relacionados a seu perfil comportamental e valores.

Comece agora mesmo a estudar e definir a cultura da sua organização e incorpore todos esses elementos ao processo seletivo da empresa. Dessa forma, você poderá contar com os melhores talentos do mercado dentro do seu time, potencializando seus resultados.

Se gostou deste conteúdo, aproveite para assinar a nossa newsletter agora mesmo e receber mais artigos como este diretamente na sua caixa de e-mails!

Escreva um comentário