A diversidade nas empresas já é um assunto antigo, mas continua sendo extremamente necessária a abordagem dentro do ambiente corporativo.

Embora não seja uma pauta recente, muitos profissionais ainda tem algumas dúvidas sobre o por que implantar a cultura da diversidade em suas empresas e também, como desenvolver esse processo de forma inclusiva e que realmente, cause transformação.

No decorrer deste conteúdo, você vai conhecer mais sobre a diversidade nas empresas e o porquê investir nela é importante para a sua organização.

O que é a Diversidade? 

Diversidade significa variedade, pluralidade, diferença. Aquilo que há de único em cada pessoa e é expressado em suas características, forma de pensar, agir e se expressar.

Cada ser humano é único.

Entre os principais tipos de diversidade nas empresas estão: idade; etnia; necessidades especiais (PCD); religião; estado civil; crenças; orientações sexuais; classes sociais; gêneros; culturas.

Ou seja, a diversidade é presente dentro das empresas e o desafio e o papel do RH é iniciar um trabalho de mudança com os colaboradores para incentivar uma nova cultura, reforçando o código de conduta de respeito ao próximo.

Para isso, também é necessário que líderes e motivadores dentro da empresa, trabalhem sempre a inclusão de profissionais na equipe com tratamento igualitário perante os demais colaboradores.

Como o RH pode promover a diversidade

Analisando o quadro de funcionários

Conhecer os colaboradores que compõem a empresa, é um primeiro passo para que o RH realize uma análise concreta, principalmente de funcionários que se encaixam em tais diversidades, para procurar saber mais sobre as suas competências e os motivos que favoreceram seu interesse pela oportunidade. 

Esse é um bom início para que o RH entenda o seu quadro atual e comece a traçar novos planos para ampliar a diversidade nas empresas.

Repensando os processos seletivos

Se a sua empresa quer inovar em diversidade, talvez seja uma boa opção começar repensando esse processo.

Isso porque, depois de um tempo, os vícios de um processo seletivo antiquado e pouco inclusivos, podem ter se tornado o padrão. Mas isso não significa que o RH não pode inovar!

Os processos seletivos digitais podem ser uma boa opção para a inclusão e oportunidade de ainda mais profissionais! Isso porque o sistema avalia o candidato de acordo com suas competências, abrange um público ainda maior e fornece como resultado, perfis que tenham mais aderência à vaga, sem quaisquer preconceitos.

Investindo em comunicação interna

Se organização deseja desenvolver essa cultura, que envolve seus funcionários, mas não os informa sobre o assunto, as chances dele não ir para frente são grandes.

Iniciar um movimento para promover a diversidade e fortalecer a cultura da empresa dentro do ambiente corporativo, pode ser ainda mais potencializado com uma comunicação interna bem desenvolvida. 

Sugerir rodas de conversa, apresentar dados informativos, fornecer palestras e apresentar apoio aqueles que sentem vontade de se expressar sobre o assunto, são algumas boas iniciativas que podem ser tomadas pela equipe de Recursos Humanos.

Benefícios para a organização

Diversidade de ideias

Diferentes experiências de vidas, carregam diferentes visões sobre o mundo.

Para uma empresa que busca inovação, é um grande diferencial ter em seus time de colaboradores novas e diferentes formas de enxergar soluções. Para isso, é importante reconhecer que não existe uma fórmula pronta e sim, novas oportunidades de se reinventar e buscar o novo.

Desenvolvimento de Empatia

As ações que semeiam a cultura da diversidade e inclusão e a busca por se colocar no lugar do outro, podem ser incentivos do RH à instituição.

Encorajar e incentivar nos funcionários a empatia e o respeito ao próximo, pode tornar a sua empresa um lugar ainda melhor de se trabalhar.

Melhorias no Clima Organizacional

Um ambiente de trabalho saudável, oferece aos colaboradores ainda mais confiança em expressar suas ideias e aquilo que sentem. 

A melhoria no clima organizacional também está atrelada a como a cultura reage a diversidade na sua empresa e o que precisa sofrer alteração diante do reforço dessa nova premissa,

Estudar a cultura organizacional e buscar ter mais profundidade em como os colaboradores se sentem em relação a sua instituição, garante bons norteadores para pensar e desenvolver melhorias no clima organizacional. 

Incentivo à outras empresas

Seja exemplo! 

Reforce a cultura de inclusão e diversidade nas empresas e torne isso, não apenas um diferencial competitivo diante as outras empresas, mas algo que os colaboradores que hoje compõem a sua instituição, realmente valorizem. 

Esteja disposto a abrir mais espaço para que outras empresas também dialoguem sobre o assunto e reconheçam a sua importância.

A luta LGBTQI+ no mercado de trabalho

28 de junho é o Dia do Orgulho LGBTQI+, data celebrada e lembrada mundialmente, pelo marco de um episódio ocorrido em Nova Iorque, em 1969.

E para dar ainda mais visibilidade para as lutas dessa comunidade, decidimos acrescentar mais um parágrafo a esse post.

Para quem ainda não sabe a sigla LGBTQI+ é designada a comunidade de pessoas com orientação sexual e identidade de gênero que divergem da heterossexual/cisgênero.

O principal objetivo através da atribuição desta sigla, é que os componentes dessa comunidade se sintam representados e reconhecidos. Porém, muitas pessoas ainda se sentem rejeitadas e até mesmo excluídas durante o processo seletivo por essa questão.

Uma pesquisa realizada pelo Center for Talent Innovation, apresentou que 61% de funcionários gays e lésbicas decidem esconder sua sexualidade de gestores e colegas em razão do medo de perderem o emprego.

E os dados não param por aí:

  • 33% das empresas do Brasil afirmam que não contratariam para cargos de chefia pessoas LGBTQI+;
  • 41% dos funcionários LGBT afirmam terem sofrido algum tipo de discriminação em razão da sua orientação sexual ou identidade de gênero no ambiente de trabalho;
  • 90% de travestis se prostituem por não terem conseguido nenhum outro emprego, até mesmo aqueles que têm boas qualificações.

Mesmo que falar sobre esse assunto e abranger a diversidade nas empresas já seja um avanço, ainda existem muitos desafios a serem alcançados.

A conscientização e disseminação de dados como esses, são necessárias para haver uma real mudança e quebra de preconceito dentro do ambiente de trabalho.

Se você ainda tem curiosidade de como colocar a diversidade em prática na sua empresa, baixe agora mesmo o nosso Ebook sobre o assunto!

Escreva um comentário