A avaliação por competências é um processo que permite verificar o desempenho, atitudes, habilidades e conhecimentos de um colaborador em relação ao que é requerido para o desenvolvimento das atividades propostas. Trata-se de uma importante ferramenta que proporciona uma visão geral do perfil profissional, com base no levantamento de dados.

A partir da análise dos dados levantados, é possível contribuir para o desenvolvimento dos colaboradores visando o alinhamento das atuações com os objetivos e metas da organização. Além disso, a avaliação pode ser utilizada como base para um sistema de remuneração e reconhecimento mais justo, bem como para o recrutamento interno e planos de carreira.

Neste artigo vamos explicar o conceito de avaliação por competências e comentar sobre os aspectos que devem ser considerados para aplicá-la, bem como sobre a maneira correta de avaliar os colaboradores e os benefícios que essa ferramenta proporciona às equipes e empresas. Acompanhe para saber mais!

Quais aspectos são considerados na avaliação por competências?

Para avaliar um colaborador pelo seu conjunto de competências é preciso considerar os fatores que envolvem esse conceito, como conhecimentos, habilidades e atitudes (CHA) que o indivíduo possui e que são determinantes para saber o nível de excelência que poderá apresentar no desenvolvimento das atividades.

Nesse sentido, o conhecimento revela o quanto o colaborador sabe sobre um determinado assunto. A habilidade diz respeito à capacidade de colocar esse conhecimento em prática. Já as atitudes se referem ao comportamento frente às adversidades que um determinado trabalho pode apresentar, bem como ao relacionamento interpessoal.

Quando esses três aspectos são identificados e bem avaliados, é um indicativo de que o colaborador apresenta habilidades e conhecimentos intrínsecos para o pleno desempenho das atividades correlatas à função que exerce. Quanto melhor for avaliado, maior será a possibilidade de contribuição do profissional para o desenvolvimento da organização, em consonância com as suas propostas de missão e objetivos.

Como fazer a avaliação por competências de maneira correta?

Para fazer uma avaliação por competências de maneira correta, é preciso definir os aspectos essenciais ao levantamento dos dados e fazer um mapeamento dessas características, objetivando o alinhamento dos colaboradores com a missão e metas da empresa, bem como o desenvolvimento das equipes. Veja, a seguir, algumas dicas sobre como proceder para obter dados relevantes, evitando distorções.

Aplique testes

A aplicação de testes práticos permite avaliar o conhecimento técnico e teórico sobre as atividades desenvolvidas. Em geral, é uma técnica complementar utilizada em recrutamento com as outras etapas de processo seletivo. As questões devem ser claras e objetivas para que o profissional possa demonstrar o domínio e nível de conhecimento real, para posteriormente ser avaliado em relação às necessidades do cargo.

Solicite uma autoavaliação para os colaboradores

Solicitar uma autoavaliação por meio de questionário, ajuda a revelar as habilidades e a autopercepção. No entanto, esse é um método subjetivo, já que o colaborador pode ser muito pessimista ou otimista demais. Dessa forma, ele deve ser utilizado como uma técnica complementar a outras.

Peça feedback das equipes

As competências mais comuns que as empresas valorizam em suas equipes se referem à flexibilidade, pensamento analítico, comunicação, integridade e capacidade de trabalho em equipe. Nesse sentido, é importante pedir aos colaboradores que comentem sobre o desempenho uns dos outros, de maneira objetiva, evitando que isso seja levado para o lado pessoal.

 Mesmo considerando a possibilidade de existir um grau de subjetividade no que os membros das equipes possam dizer a respeito de um colaborador, é mais confiável do que apenas a opinião de um chefe imediato. Embora seja um processo delicado, o feedback é essencial para as melhorias comportamentais e técnicas dos colaboradores, já que é uma maneira de induzir à reflexão para o aprimoramento do desempenho individual e coletivo.

Faça um levantamento do perfil dos colaboradores

Com base nas informações obtidas quanto às habilidades, conhecimentos e atitudes, é possível fazer o levantamento do perfil de cada colaborador, no sentido de captar as competências individuais que se alinham às necessidades da empresa.

Nessa fase, é fundamental estabelecer quais competências são mais importantes, de acordo com as atividades desempenhadas no dia a dia, para que possam servir de parâmetro à excelência na performance profissional. Assim, ao mapear as capacitações esperadas, classifique-as em uma escala de prioridade, das mais relevantes às menos importantes para cada função.

Atribua notas de relevância para as competências dos colaboradores

Considerando os critérios e escalas estabelecidas para o levantamento do perfil, é possível atribuir notas de 0 a 10, por exemplo. Ao final, o colaborador que alcançar mais pontos nas características essenciais ao cargo, pode ser avaliado como o perfil ideal para determinadas atividades.

Quais são os benefícios da avaliação por competência?

A avaliação por competências tem uma fundamental importância para muitos processos de Recursos Humanos, como aprendizagem, desenvolvimento, plano de carreira, recrutamento e seleção, entre outros. Para as empresas, essa ferramenta pode ser importante para promover a formação do seu “capital humano”.

Nesse sentido, esse processo avaliativo pode ser entendido como um dos requisitos básicos para as organizações que desejam se destacar e que buscam se tornar referência em seus segmentos. Veja, a seguir, os benefícios que a avaliação por competências pode proporcionar:

  • ajuda a obter um conhecimento maior sobre as dificuldades das equipes;
  • aumenta a motivação e, por consequência, a produtividade dos colaboradores;
  • auxilia na atração e retenção de talentos;
  • colabora para o estabelecimento da cultura organizacional;
  • define competências essenciais dentro da empresa;
  • destaca habilidades que exigem treinamento;
  • direciona a gestão por competências;
  • garante assertividade nos treinamentos, nas recolocações e no recrutamento interno;
  • identifica os desempenhos satisfatórios e os deficitários;
  • possibilita o reconhecimento e remuneração mais coerentes;
  • promove a melhoria contínua no desempenho das equipes.

Como vimos, a avaliação por competências é uma poderosa ferramenta que permite identificar o conjunto de características individuais desejáveis em um colaborador, visando o seu alinhamento com objetivos e metas da organização. Nesse sentido, ela pode ser considerada como uma estratégia essencial para a atração e retenção de talentos para as empresas que buscam destaque e competitividade.

Gostou deste artigo? No nosso Instagram tem mais! Deixe seu comentário e compartilhe suas experiências conosco!

Escreva um comentário