6 dicas para se tornar o profissional do futuro tão procurado pelas empresas

As mudanças no mercado de trabalho, novas tecnologias e a transformação do perfil do consumidor demandam uma nova atuação por parte do capital humano nas empresas. Esse novo cenário levou à criação do conceito de profissional do futuro.

Foi-se o tempo em que apenas a formação acadêmica dos candidatos e colaboradores era considerada. Hoje, o comportamento, habilidades, aptidões e valores são elementos fundamentais nos processos de recrutamento, seleção e retenção de talentos.

Para se manter competitivo no mercado e garantir a empregabilidade, é necessário se manter alinhado a esse perfil. Conheça agora as 6 principais competências valorizadas pelo mundo corporativo e esteja preparado conseguir as melhores oportunidades de trabalho!

1. Inteligência emocional

A inteligência emocional é a capacidade que o indivíduo tem de entender e lidar com as próprias emoções e as das pessoas que estão ao seu redor. Uma competência bastante valorizada no profissional do futuro.

O que se espera dos colaboradores, de maneira geral, é que consigam se relacionar dentro de uma equipe. Dessa forma, podem contribuir com o próprio desenvolvimento e o dos colegas de trabalho.

Essa também é uma habilidade de grande importância para líderes e gestores, pois a compreensão leva à construção de uma relação saudável, fator fundamental para uma gestão de pessoas de qualidade.

2. Criatividade

Ser criativo está diretamente ligado à capacidade de inovar. Juntas, a criatividade e a inovação formam uma poderosa arma para o sucesso, pois transformam o mercado promovendo soluções incríveis e contribuindo para a resolução dos problemas mais complexos.

A multidisciplinaridade também está ligada a esse contexto. Cada vez mais, as empresas apreciam e buscam por profissionais que sejam capazes de criar como um designer, administrar como um empreendedor e resolver questões complexas como um engenheiro.

Isso prova que não basta ser criativo. É preciso que essa habilidade seja utilizada para realizar mudanças reais e de impacto significativo nos processos internos da empresa, bem como no que pode ser oferecido aos clientes, revolucionando o mercado.

Lembre-se sempre de que a curiosidade é um importante motor para os processos criativos. Portanto, os questionamentos frequentes e a busca constante por respostas podem auxiliar a manter a mente do profissional aberta a novas informações e, consequentemente, encontrando soluções surpreendentes.

3. Resiliência

O profissional do futuro ser um reflexo da mudança do mercado significa que essa transformação não parou por aí. A tecnologia vai continuar avançando, e a sociedade, se modificando, exigindo que o mundo corporativo busque se adequar constantemente a esses novos formatos.

O ativo humano que permite o funcionamento dessa engrenagem precisa acompanhar as transformações. Isso exige que as pessoas sejam flexíveis a imprevistos, novos desafios e novas tecnologias.

A resiliência é exatamente isso: a capacidade de se adequar às mudanças. O profissional do futuro é aquele que consegue transformar cada alteração em uma nova oportunidade, se adaptando aos novos modelos sem prejudicar a sua performance.

Novas ferramentas, visões e interações são uma realidade, e quem se apresentar resistente a esses elementos pode ficar para trás.

4. Aprendizado contínuo

Já que o assunto é não perder o diferencial competitivo no mercado, o aprendizado contínuo é uma capacidade que não podia ficar de fora da nossa lista. Afinal, quando falamos em globalização, novas tecnologias e o rápido acesso à informação, é mais que óbvio que o profissional do futuro deve acompanhar essa agilidade.

Nesse contexto, é preciso buscar constantemente por informação e atualização. Saber o que vai ser tendência no mercado por meio da leitura, participação em cursos, workshops, cursos e programas de MBA ou pós-graduação é fundamental. Aliada ao conhecimento técnico, a experiência forma um poderoso combo na busca pelo sucesso.

É preciso manter o feeling para as inovações que estão além da área de atuação. Por exemplo, o Big Data é uma ferramenta tecnológica que já é realidade em muitos setores, como o marketing e o RH. Se você nunca imaginou que ia precisar dominar assuntos relacionados à tecnologia, chegou a hora de mudar esse pensamento e conhecer alguns conceitos da área.

5. Comunicação

A comunicação é uma habilidade que sempre foi muito apreciada e vai manter o seu posto nas empresas do futuro. Saber se expressar, ouvir opiniões, entender as necessidades da empresa e dos colegas, transmitir informações, receber feedbacks construtivos e lidar com questões negativas é fundamental para uma caminhada de sucesso dentro de um negócio.

É preciso enxergar uma organização como um composto de ,e, para garantir que tudo ocorra na mais perfeita harmonia, a comunicação faz parte de toda essa engrenagem. Somente indivíduos que detêm essa habilidade conseguem defender ideias, apresentar argumentos e servir de inspiração.

6. Pensamento crítico

O pensamento crítico é uma capacidade que está relacionada à lógica e ao raciocínio. Em um ambiente corporativo, o profissional deve utilizar esses elementos na busca por novas soluções e resolução de problemas.

Somente um indivíduo que consegue posicionar os prós e contras de uma decisão na balança pode alcançar resultados de maneira eficiente e segura. Agir com a emoção nunca foi a melhor maneira de encontrar respostas nos contextos empresariais.

A base para o pensamento crítico é questionar: boas perguntas promovem a análise efetiva de um problema e ajudam o profissional a ir ao encontro das soluções mais adequadas para cada caso.

Hoje, a força de trabalho já se organiza de forma muito diferente no que diz respeito à resolução de problemas. Se, antes, cada colaborador era responsável por uma especialidade e seguia religiosamente as orientações de um gestor, atualmente, esses times se mantêm focados em questões específicas.

Ou seja, não é o líder que fornece as respostas, mas sim os profissionais que buscam um meio de encontrá-las. Portanto, é preciso pensar de forma lúcida e inteligente.

Cada característica apontada neste artigo forma o conjunto de habilidades que o mercado de trabalho espera de um profissional do futuro. Ao entender a importância e o papel desses elementos, é possível trabalhar para desenvolver cada um deles. Dessa forma, o mercado de trabalho abre as portas para você e as boas oportunidades aparecerem.

Continue recebendo boas informações a respeito do mercado de trabalho. Veja aqui 7 dicas para conseguir a recolocação profissional. Até breve!

Previous Post
Next Post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *